MetrôFaculdade PitágorasJornal Online

Institucional

23/05/2011 | Por Felipe Pietrantônio

voltar para a homepage

OAB promove Encontro Regional de Professores de Direito em Londrina

Professores da Faculdade Pitágoras participaram do evento, que discutiu novas diretrizes do ensino jurídico no país

Clique nas fotos para ampliar:

Eroulths Cortiano Júnior discutiu os critérios de qualidade de ensino no evento A mesa diretora no primeiro dia do Encontro Regional Professores de Direito da Faculdade Pitágoras estiveram presentes ao evento da OAB

Veja mais fotos no final da página.

Foi realizado na semana passada, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – Subseção Londrina, o I Encontro Regional dos Professores de Direito. O evento discutiu os problemas e as novas diretrizes para o ensino de direito no país. A programação, realizada pela própria OAB, constou de dois dias de palestras e debates com a presença de professores de diversas instituições de Londrina e região. Docentes da Faculdade Pitágoras de Londrina participaram das discussões.

A palestra de abertura foi ministrada pelo presidente da Comissão de Ensino Jurídico da Seccional do Paraná, Eroulths Cortiano Júnior. Ele falou sobre os critérios de avaliação da aualidade dos cursos de direito. O secretário geral do Conselho Federal da OAB e coordenador nacional do Exame de Ordem, Marcus Vinícius Furtado Coêlho também esteve presente. O secretário fez uma análise das diretrizes do Exame de Ordem.

Erolths falou a respeito da crescente oferta de ensino privado de direito no Brasil, bem como sua consequente exploração comercial e a influência de pressões políticas no reconhecimento de alguns cursos. Ele, que também é professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), fez questão de endossar a importância histórica de a OAB lutar pelo ensino jurídico de qualidade.

Ao final das reuniões foi redigida a Carta de Londrina, contendo as propostas da classe para o aperfeiçoamento da academia brasileira de direito. O presidente da subseção da OAB em Londrina, Elizandro Pellin, acredita que o encontro tem papel fundamental rumo à melhora do ensino na área. “Tivemos a presença de 70 professores da região, com elevadíssima qualificação, capazes de discutir ideias a fundo e ao final elaborar esta carta para o Conselho Federal e o Ministério da Educação (MEC)”, afirma Pellin.

Mirelle Neme, docente da Faculdade Pitágora, participou do debate e apoia a proposta da OAB. Segundo ela, a atualização constante de um curso de direito é fator indispensável: “O ensino jurídico não pode ficar ‘parado no tempo’; é preciso sempre melhorias, adaptações.” O também professor da Faculdade Pitágoras Vinícius Carvalho Fernandes ressaltou a importância desse diálogo da Ordem dos Advogados com os professores, uma vez que estes representam não apenas a própria classe. “É um primeiro passo muito salutar, pois os docentes são porta-vozes também dos anseios do alunado e da sociedade em geral”, defende.





Mais matérias: Institucional

Comentários:

Nenhum comentário encontrado para esta matéria. Seja você o primeiro a participar.

Faça seu comentário:

2007-2011 © Todos os direitos reservados | Faculdade Pitágoras Londrina | R. Edwy Taques de Araújo, 1100 | Fone +55 (43) 3373-7333
Tecnologia Cedilha Comunicação Digital *